SSP dá detalhes de prisão de integrantes de quadrilha que distribuía cocaína na capital

Por ASCOM às 28/02/2018 14:04

Durante operação, nove quilos da droga, avaliada em R$ 200 mil, foram apreendidos

Texto de de Vanessa Siqueira

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) apresentou, durante coletiva de imprensa, nesta terça-feira (27), o resultado de uma operação integrada realizada para desarticular uma organização criminosa que atuava na capital distribuindo drogas. Com os integrantes foi apreendida uma quantidade de cocaína avaliada em R$ 200 mil.

 

A operação contou com a participação do Núcleo de Inteligência da SSP, Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope). As investigações duraram cerca de um mês e identificaram a existência da quadrilha, que recebia grandes quantidades de cocaína para distribuição na capital em bairros da parte baixa e na orla. Foram expedidos dez mandados de busca e apreensão e quatro de prisão pela 17ª Vara Criminal da Capital.

 

Ascom/SSP

 

Ao todo foram apreendidos nove  quilos de cocaína, que estavam escondidos na geladeira da residência, um veículo HB 20, uma balança de precisão, cadernos com anotações e um revólver calibre 38.

 

O delegado Gustavo Henrique, da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), explicou que foram presas Iris Priscila de Lima Leite, de 27 anos, no Benedito Bentes, e Yasmin Macário dos Santos, de 20 anos, na Grota do Moreira, no Jacintinho.

 

O líder do grupo, Flávio Santos da Silva, de 35 anos, trocou tiros com os policiais durante o cumprimento do mandado de prisão no bairro do Benedito Bentes e foi alvejado. Ele ainda chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro do Trapiche, mas não resistiu e morreu.

 

Uma terceira pessoa, alvo de mandado de prisão, está foragida, porém, as equipes policiais seguem em diligência na tentativa de prendê-la.

 

“Flávio era foragido do sistema prisional desde 2016 e circulava tranquilamente utilizando uma CNH falsa. A pessoa que ele utilizava o nome existe, porém, a foto no documento era dele. Flávio usava um veículo HB 20 plotado com informações de uma empresa de refrigeração, que também não existia, e esse veículo era usado para realizar as entregas em grande quantidade da cocaína que ele recebia. O foragido possui uma ficha criminal extensa, com passagens por tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de armas, posse de arma de fogo e receptação”, explicou.

 

Iris é esposa de Flávio e exercia a função de gerente do tráfico de drogas. As investigações também apontaram que a cocaína apreendida veio de Pernambuco. “Iris era o braço direito dele na organização criminosa. A droga apreendida possui um alto valor e era distribuída em bairros nobres da capital. As investigações prosseguem para que tentemos localizar outros integrantes do grupo”, completou o delegado.

 

O secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, parabenizou as equipes envolvidas na ação e frisou que o trabalho é importante devido à quantidade expressiva de droga apreendida. “Não era uma quadrilha qualquer; as investigações mostram que estamos trabalhando para combater o crime organizado no Estado”, disse.

Estado de Alagoas
Secretaria de Estado da Segurança Pública

R. Zadir Índio, 213
Centro, Maceió/ AL
57020-480

Copyright @2019
Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por TI/SSP AL