Servidores da Segurança Pública recebem orientações sobre infecções sexualmente transmissíveis

Por ASCOM às 18/10/2017 16:40

Ação foi organizada pelo Núcleo de Qualidade de Vida e promoveu orientações sobre a saúde da mulher e do homem

Texto de Micheliny Tenório

Em alusão às Campanhas Outubro Rosa e já se antecipando ao Novembro Azul, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por meio do Núcleo de Qualidade de Vida, promoveu nesta quarta-feira (18) uma manhã de esclarecimentos sobre doenças sexualmente transmissíveis (DST), consultas médicas e testes rápidos para diagnóstico de sífilis e Aids.

A inciativa teve parcerias do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest/AL) e a Secretaria Municipal de Saúde e marca também as comemorações pelo mês do servidor público.

Inicialmente foi realizada uma palestra sobre as DSTs e também orientações sobre prevenção e um trabalho de sensibilização dos servidores para desmistificar ideias sobre as infecções, termo que substitui a palavra doenças, conforme explica o psicólogo Samuel Delane.

“O termo doenças caiu em desuso por que algumas doenças podem não se manifestar, a exemplo da Aids, pois as pessoas que somente portam o vírus HIV ainda não estão doentes e sim infectadas”, esclareceu Samuel ao fazer uma reflexão sobre a iniciativa no cuidado com a saúde que normalmente é hábito para as mulheres e negligenciada pelos homens.

“Culturalmente, o homem foi criado para ser o provedor do sustento da família, e isto termina interferindo no cuidado com a própria saúde. Contudo, isto vem mudando, pois tem aumentado o número de homens que estão se preocupando em fazer exames preventivos e com o uso de preservativos nas relações sexuais”.

Durante a palestra também houve orientação quanto ao autoexame nas mamas para as mulheres e nos testículos para os homens, além da distribuição de preservativos masculinos e femininos com orientação para o uso correto.

Em seguida, os servidores se submeteram ao teste rápido para diagnóstico de sífilis e Aids. O resultado saiu com 30 minutos e nos casos confirmados houve encaminhamento para atendimento especializado. Também foram disponibilizadas consultas com o médico do trabalho e urologista.

Consumo de álcool e cigarro por mulheres

O médico do trabalho Juraci Roberto Lima alerta para a necessidade da promoção da saúde no ambiente de trabalho.

“As campanhas são ótimas, mas é necessário evitar o adoecimento e isto requer incentivo à prática de atividades físicas, prevenção primária, educação alimentar, controle do stress e abandono de hábitos ruins como o tabagismo e o alcoolismo”, ressaltou Juraci.

O médico lembrou sobre o aumento no índice de mulheres que fazem uso de bebida alcoólica e cigarro e os problemas de saúde ocasionados tanto para homens quanto para mulheres. “Registra-se um aumento significativo de tipos de câncer, mas também de diabetes e hipertensão. O ideal é manter hábitos saudáveis para viver mais e melhor”.

Câncer de próstata

O Tenente-coronel da Polícia Militar e médico urologista José Fernando Nobre falou sobre a resistência do homem em ir a uma consulta médica e que um diagnóstico precoce ajuda a evitar a morte.

“Infelizmente, os tabus interferem. Ainda existem homens que se recusam ao toque retal. Mas, aos poucos, os homens estão vencendo essa barreira, com a ajuda da informação veiculada pela mídia e também com o bom humor em torno do exame preventivo”, destacou Nobre.

Conforme o médico, das três maneiras de se identificar o câncer de próstata, o toque retal é o mais preciso, superando o ultrassom e o exame de sangue (PSA). Há uma incidência maior em homens de pele negra. A próstata é uma glândula que fica abaixo da bexiga, sendo responsável pelo líquido seminal.

O coordenador do Núcleo de Qualidade de Vida, Emerson Moura, advertiu para a responsabilidade que recai para o ambiente de trabalho sobre ações para promoção de saúde dos trabalhadores.

“Trabalhamos com a conscientização procurando despertar no trabalhador o interesse por sua saúde. Também buscamos avaliar a conduta na realização de suas atividades dentro da SSP para evitar danos, esclarecendo dúvidas e orientando para a realização correta de procedimentos”, advertiu Emerson.

Cerca de 100 servidores participaram da ação, com direito a sorteio de brindes e recebimento de uma caderneta para o próprio servidor fazer o acompanhamento anual dos exames preventivos que realize.

Estado de Alagoas
Secretaria de Estado da Segurança Pública

R. Zadir Índio, 213
Centro, Maceió/ AL
57020-480

Copyright @2019
Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por TI/SSP AL