Investimentos potencializam Segurança Pública no Agreste

Por ASCOM às 11/04/2018 15:06
[ssba]

Até julho, investimentos do Governo do Estado somente para construção de Cisps na região passará dos R$ 5 milhões

Texto de Vanessa Siqueira 

Localizado na região central do Estado, o Agreste alagoano tem recebido ao longo dos últimos três anos ações que fortaleceram as estratégias de Segurança Pública. O Governo do Estado reformou prédios, lançou programas, investiu em viaturas e com isso tem conseguido bons resultados. Um dos grandes investimentos foram os Centros Integrados de Segurança Pública (Cisps), que até o primeiro semestre dest ano devem chegar a três unidades.

 

Por ser uma região estratégica e em expansão, os municípios do Agreste necessitam de ações e investimentos na Segurança Pública. Mais de R$ 1,4 milhão foi investido para construir o Centro Integrado de Girau do Ponciano e ainda este ano mais de R$ 5,4 milhões de recursos próprios serão utilizados na construção dos Cisps de Lagoa da Canoa, São Sebastião e Campo Alegre. Este último, apesar de ficar localizado na região dos Tabuleiros do Sul, será importante para as ações e estratégias adotadas na região.

 

O governador Renan Filho e o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, deram ordem de serviço para as obras dos três durante a nona edição do Governo Presente, realizado entre os dias 5 e 7 de abril na região. As obras serão iniciadas nos próximos dias.

 

Além das novas unidades que vão reunir Polícia Civil e Militar em um mesmo ambiente, as ações de aparelhamento da Segurança Pública também contemplam reformas e outros investimentos.

 

 

Policiamento ostensivo

A Força Tarefa, programa que paga aos militares em seus horários de folga R$ 120 por serviço, foi lançada em Arapiraca em maio do ano passado e depois foi estendida para Girau do Ponciano. O reforço policial garantiu aumento do policiamento ostensivo na região, o que também reflete na redução de índices criminais, como homicídios, roubos e furtos.

 

Um dos grandes investimentos na Segurança Pública são os Centros Integrados de Segurança Pública (Cisps) que até o primeiro semestre deste ano devem chegar a três unidades. (Arquivo Secom e assessorias)

 

Além disso, foi reformado o Quartel do Corpo de Bombeiros de Arapiraca, melhorando as condições de trabalho das equipes que atende o município e região circunvizinha.

 

Em outubro de 2015 o governador Renan Filho esteve em Arapiraca para inaugurar a Delegacia de Homicídios, o que deu robustez às investigações de homicídios no município. O modelo de integração adotado entre Polícias Civil e Militar tem sido fundamental para os bons resultados das operações para prender homicidas e integrantes de organizações criminosas.

 

O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, avalia como positivo os investimentos realizados na Segurança Pública e que beneficiam o Agreste do Estado. Para ele, as ações contribuem para a repressão da criminalidade na região.

 

“O governo vem investindo em segurança no Agreste de forma preventiva e repressiva, a exemplo da criação da Delegacia de Homicídios em Arapiraca, e da integração das forças policiais em diversos municípios, como Igaci e Girau do Ponciano. Além disso, haverá instalação de Cisps em outros municípios. Assim o Estado faz investimentos em prédios novos, viaturas e principalmente no aumento de efetivo, trazendo paz e segurança à população da região”, afirmou.

 

Um dos grandes investimentos na Segurança Pública são os Centros Integrados de Segurança Pública (Cisps) que até o primeiro semestre deste ano devem chegar a três unidades. (Arquivo Secom e assessorias)

 

Para o subcomandante-geral da PMAL, coronel Wilson Silva, tanto os investimentos que já existem na região Agreste, a exemplo da Força Tarefa, quanto a criação de novos Centros Integrados de Segurança Pública (CISP), são de fundamental importância para que as ações integradas de combate ao crime na área possam continuar avançando.

 

“Os investimentos na área da Segurança Pública demonstram a preocupação do governo com a valorização profissional, isto influi diretamente na qualidade dos serviços prestados pela PM, uma vez que o Cisp, além de trazer dignidade e elevar a autoestima dos policiais, oferecendo um ambiente melhor aos profissionais, é importante também para a comunidade que vai ser recebida em um local adequado”, explicou o coronel Wilson, que, no momento, responde pelo comando da corporação alagoana.

 

O secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, disse que os três Centros Integrados em construção devem ser entregues dentro de 90 dias e irão contribuir também para a reestruturação da Segurança Pública no entorno de Arapiraca.

 

“Temos mapeado na secretaria que, apesar de não ter um grande número de homicídios em Lagoa da Canoa, nós sabemos, por meio de um trabalho de Inteligência, que tem um grande número de motos roubadas e assaltos lá e é importante um Cisp no município. Independentemente de qualquer coisa, o governador colocou como prioridade as construções. Tenho certeza de que terá um retorno muito forte para toda a região”, avaliou.

 

Lima Júnior também destacou que o novo momento que vive a Segurança Pública em Alagoas tem contribuído para a eficiência de operações, prisões e apreensões, o que refletem diretamente na queda da criminalidade.

 

“Em cima de trabalhos de inteligência, temos operações que desarticulam o crime em Arapiraca. São ações que incomodam as organizações criminosas e tenho certeza de que com mais investimentos no Agreste teremos resultados ainda melhores”, completou.

Estado de Alagoas
Secretaria de Estado da Segurança Pública

R. Zadir Índio, 213
Centro, Maceió/ AL
57020-480

Copyright @2018
Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por TI/SSP AL