Chefia de Ensino dá início ao V Seminário de proteção e promoção dos direitos dos grupos vulneráveis

Por ASCOM às 06/11/2018 08:55

Encontro discutirá os direitos de cada grupo vulnerável para fortalecer as ações junto aos agentes de segurança pública

Texto de Mayara Melo

A Chefia de Ensino Integrado, da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), deu início, nesta segunda-feira (05), ao V Seminário Alagoano de atuação Policial frente à Proteção e Promoção dos Direitos dos Grupos Vulneráveis. O encontro tem como objetivo debater os direitos de cada grupo vulnerável para fortalecer as ações junto aos agentes de segurança pública.

O evento, realizado em parceria com a Secretaria da Mulher e Direitos Humanos (Semudh), e segue até sexta-feira (09) no auditório Pontes de Miranda, na Sede Histórica da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no Centro.

Representando o secretário de Estado da Segurança, Lima Júnior, o secretário executivo de Políticas, Manoel Acácio Junior, ressaltou a importância da integração entres as forças e reforça que isso não aconteceria sem o investimento do governo na segurança do estado. “Essa integração é tão benéfica que faz assim cumprir o artigo 5º da constituição brasileira. Essa integração favorece ações como a Patrulha Maria da Penha que é ostensiva, mas também tem o caráter preventivo”, afirmou.

O seminário reúne integrantes da OAB, representantes de fundações culturais, militantes de núcleos de estudos afro-brasileiros, representando de comissões de diversidade sexual, agentes da força de segurança do estado sendo eles do Corpo de Bombeiro Militar, Polícia Civil, Policia Militar e agentes do Ronda no Bairro.

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Erivaldo Oliveira da Silva, ressaltou a importância do evento e como é essencial conhecer a historia e a literatura africana. De acordo com ele, os processos de racismo provêm da falta de conhecimento. “Há um preconceito sobre a África por que não estudamos, mas saibam que foram os negros que firmaram este país. Então, para proteger eu tenho que conhecer e compreender o outro, os fazeres e saberes de cada comunidade africana no Brasil”, destaca.

Durante a semana haverá palestras e discussões sobre o tema, afim de criar estratégias para um atendimento de qualidade  e consequentemente os devidos encaminhamentos e cuidados.

Estado de Alagoas
Secretaria de Estado da Segurança Pública

R. Zadir Índio, 213
Centro, Maceió/ AL
57020-480

Copyright @2018
Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por TI/SSP AL