Alagoas sedia 13º edição do Curso de Inteligência de Sinais

Por ASCOM às 10/06/2019 12:59

Capacitação conta com participação de agentes públicos da segurança de 17 estados

Por Alan Fagner

Teve início na manhã desta segunda-feira (10), a 13ª edição do Curso de Inteligência de Sinais – CIS. O curso é uma realização da Diretoria de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas, do Ministério da Justiça, e busca aprimorar as atividades dos Agentes de Inteligência de Segurança Pública de diferentes Instituições já iniciados na doutrina de Inteligência.

A solenidade de abertura contou com a presença de diversas autoridades como o Secretário de Segurança Pública de Alagoas, Lima Júnior, o procurador geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, e ainda o secretário-adjunto da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da justiça, José Washington Luiz Santos, além de representantes da Polícia Militar e Polícia Civil do Estado.

O CIS tem duração de quatro dias (40h) e a turma é composta por 18 profissionais de segurança pública do Estado de Alagoas e 19 profissionais de segurança pública de outras unidades da federação (AC, AM, CE, DF, ES, GO, MG, MS, PB, PI, PR, RJ, RR, RS, SC, SE).

A ideia é capacitar os profissionais da área de Inteligência de Segurança Pública, que possuem o Curso de Introdução a Atividade de Inteligência, ou similar, para fazerem o uso de equipamentos e softwares que possibilitem a realização de interceptações de sinais, leitura de dados, captura e análise de áudio e dados.

Para o procurador geral de Justiça, Alfredo Gaspar, o CIS irá fortalecer o serviço de inteligência em Alagoas. “É uma satisfação recebê-los nesta manhã para mais um curso que vai capacitar mais profissionais em nosso estado. Esse é o papel da Segurança Pública, dar oportunidade para que nossos profissionais possam desenvolver esse trabalho tão competente com mais suporte e especialização”, disse.

O secretário de Segurança Pública, Lima Júnior, que já atuou no serviço de inteligência por 12 anos, destacou as mudanças pelas quais a área passou e falou da relevância do curso na vida profissional dos participantes.

“Na minha época não tinha curso, era muito mais o recrutamento de colaboradores e contatos com as outras agências do que o uso das tecnologias no fortalecimento da segurança pública. Por isso digo aos senhores que aproveitem, porque oportunidades de cursos como esse são raras. É com mais conhecimento que podemos continuar o combate às facções criminosas e organizações criminosas”, disse.

Estado de Alagoas
Secretaria de Estado da Segurança Pública

R. Zadir Índio, 213
Centro, Maceió/ AL
57020-480

Copyright @2019
Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por TI/SSP AL