Operação integrada desmancha laboratório de refino de cocaína em Rio Largo

Por ASCOM às 20/08/2019 13:35

Uma pessoa foi presa e quase 7 kg de cocaína apreendidos, além de outros insumos

Texto de Vanessa Siqueira e Luciana Beder

A Secretaria da Segurança Pública de Alagoas (SSP) divulgou, durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (20), o resultado de uma operação integrada que resultou na apreensão de cocaína e o desmanche de um laboratório de refino de drogas. A ação aconteceu no município de Rio Largo nesta segunda-feira (19).

Foram apreendidos 6 quilos e 600 gramas de cocaína já refinada, diversos insumos utilizados no refino, dentre eles gesso, bicarbonato de sódio, ácido bórico, cafeína, duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 12 e uma pistola 765, além de munições, uma prensa utilizada para formar os tabletes e um liquidificador industrial.

No local, um homem, identificado como Thiago Francisco de Lima Silva, foi preso. Ele coordenava o laboratório e já havia sido preso por outro crime, mas estava no regime semiaberto, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. Ainda segundo a polícia, o irmão dele, identificado como Anderson Rafael Moreira de Lima Silva, também reeducando, comandava as atividades do laboratório, dentro do Sistema Prisional.

Os trabalhos de investigação começaram há cerca de um mês e meio. Com esta operação, a polícia chega ao terceiro laboratório de refino de drogas descoberto neste ano, em Alagoas. A cocaína apreendida neste ano também é quase o triplo da quantidade que as forças policiais apreenderam no ano passado.

Segundo dados da Delegacia de Narcóticos (DNARC), em 2016, foram apreendidos 29 kg da droga, em 2017, 20 kg e em 2018, 49 kg. Já neste ano, até o momento, foram apreendidos 134 quilos de cocaína.

De acordo com o delegado Gustavo Henrique, da DNARC, as apreensões vêm crescendo nos últimos anos em decorrência de diversos fatores, mas o principal deles é a lucratividade da droga.

“Notamos que há uma migração das organizações criminosas para o tráfico de cocaína. Esses indivíduos estão deixando de lado o tráfico de maconha e tentando inserir cocaína, devido à margem de lucro ser muito maior, mas nossas ações integradas tem conseguido desarticular estes grupos e assim enfraquecer as organizações criminosas”, afirmou o delegado.

O secretário Executivo de Políticas da Segurança Pública, Manoel Acácio Júnior, ressaltou a importância da política, adotada pela Segurança Pública, de que as polícias Civil e Militar trabalhem de forma integrada.

“São operações como essa que mostram que, trabalhando de forma integrada, alcançamos melhores resultados, como uma maior apreensão de drogas. Parabenizo todos os policiais envolvidos nessa operação, que reflete a integração desempenhada pelas forças policiais, o verdadeiro trabalho em conjunto”, disse.

Participaram da operação policiais da Delegacia de Narcóticos (DNARC), Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre), Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e do serviço de Inteligência.

Estado de Alagoas
Secretaria de Estado da Segurança Pública

R. Zadir Índio, 213
Centro, Maceió/ AL
57020-480

Copyright @2019
Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por TI/SSP AL